Deu Pau

Estava em uma balada, as coisas estavam meio paradas por lá, sem muitas mulheres interessantes, então eu bebia bastante pra tentar me divertir.
Não aguentando mais resolvi ir ao banheiro e quando sai me deparei com uma moça linda saindo do banheiro feminino.
Ela era loira, seios fartos e rijos por causa do silicone, magra, enfim, do meu tamanho.
Nos separamos e voltamos para o bar, estavamos a uma certa distância, ela ficava me olhando e circundava seus labios com sua lingua me provocando.
Não consegui mudar a direção do meu olhar, só conseguia ficar olhando ela e quando ela terminou seu drink resolveu se aproximar de mim.
Tinha uma voz forte e aveludada, como a música estava alta e não estavamos tão sóbrios, não evitavamos contatos físicos e falavamos ao pé do ouvido.
Dançamos um pouco, ela me provocando roçava sua bunda em mim, quando percebeu que estava excitado, ela me convidou pra conhecer sua casa, fiquei com medo, por ter sido fácil demais, ainda mais por ela ser linda, mas aceitei e fui.
Chegando em sua casa, ela ja foi querendo tirar minha roupa, e seus beijos eram quentes e deliciosos.
Ela tirou minha cueca e engoliu meu pau de uma só vez, chupava decidida a me fazer gozar ali mesmo na sua boca.
Tirou seus peitos de seu vestido e começou a fazer uma espanhola, foi uma delicia, seus peitos ja tinham o formato perfeito pra espanhola e ela conseguia até chupa a cabeça do meu pau ao mesmo tempo.
Ela então ficou de quatro e falou que amava levar no cuzinho, era pra meter tudo no cuzinho dela e levantou seu vestido.
Quando ela levantou eu vi uma sobresalência em sua calcinha, quando puxei a calcinha pra meter meu pau, vi que a moça não era moça, ela era uma travesti.
Como ja estava ali, ela estava de quatro, eu nunca tinha comido um cú, estava muito afim daquela gata, infiei tudo, resolvi discontar o fato dela ter me omitido esse fato, metia com raiva, ela gemia e gritava, eu apertava seus peitos e espancava sua bunda com tapas e batendo meu pau, derrepente ela gozou de tanto tesão e começou a pedir pra eu gozar dentro dela também, seu cuzinho estava do inchado e vermelho já quando eu gozei.
Ela disse que eu fui sua melhor transa, quem nem iria cobrar de mim e que queria meu celular pra poder repetir, eu dei um número errado porque não queria mais me envolver com ela, apesar de ter sido muito bom não queria repetir essa experiência.


Autor:CLASSE A

 


Todos direitos reservados.All rights reserved.